Artigos

Perguntas e respostas simples sobre retenção de talentos

1- Qual a importância de reter talentos na empresa?
A retenção de talentos ganha importância em um ambiente de negócios mais exigente, onde a rapidez e a competitividade exige resultados eficazes e isso só acontece através das pessoas e por isso é fundamental que as empresas tenham um cuidado especial com seus profissionais, de modo a reter aqueles que apresentam as competências necessárias para atuar e se destacar nesse cenário. Em tempos de crise econômica, a retenção de talentos pode ser também uma grande aliada na redução de custos. Afinal, reter talentos significa manter aqueles que trazem melhores resultados. A perda de talentos é muito custosa para uma organização, leva consigo a sua experiência e conhecimento. Quanto mais estratégico o cargo do profissional que está saindo, maior será o custo e o tempo necessários para substituí-lo.

2- O que pode ser considerado um talento importante em uma empresa? Como definir isso?
Todas as pessoas podem ser consideradas talentosas, mas o líder precisa descobrir no que o colaborador é bom e qual a melhor forma de aproveitar o potencial de cada profissional. Não é fácil encontrar pessoas, é como "agulha no palheiro", pois para que a pessoas se destaque é importante que além de denotar habilidades para o desempenho daquela função, ela também precisa gostar da empresa e se comprometer com os resultados. O casamento entre os valores e a missão da empresa deve "casar" com os valores pessoais do profissional. Por exemplo, um profissional organizado e que goste de receber diretrizes claras não vai trabalhar em uma empresa onde a desorganização impere. Assim torna-se impossível reter um talento. Conheço muitos exemplos onde situações parecidas com essa acontecem. Algumas empresas me contratam para dizer que ninguém permanece na empresa, que as pessoas não são comprometidas, etc. E depois descubro que alguns profissionais que passaram por lá se tornaram grande talentos em outras organizações, Ou seja, provavelmente alguma coisa naquela empresa não era favorável. Ou o perfil do líder, ou as diretrizes, e assim por diante, alguma estratégia urgente precisa ser revista. Avalie a sua empresa antes de criticar as pessoas e descubra que perfil de profissional, (quais habilidades as pessoas devem ter) pode trazer resultados para a sua organizaçõo.

3- Como reter esses talentos?
Não basta atrair talentos para a empresa, é preciso saber manter as pessoas alertas e estimuladas. Cada empresa deve buscar a sua maneira de se destacar, procurando se tornar a melhor empresa possível para se trabalhar. Procure manter um clima harmonioso, valorizando as pessoas, escute e tenha a intenção genuína de ajudar no desenvolvimento delas. Passe as informações necessárias para que todos trabalhem juntos, focados em um mesmo objetivo, acredite mais e centraliza menos. Para que obtenha sucesso neste processo você precisa oferecer um clima favorável, alegre e satisfatório, desafios constantes e uma cultura participativa, envolvente e de excelência. O seu estilo de gestão deve ser agradável e impulsionador e sua organização deve permitir contatos e interações saudáveis entre as pessoas, estimule o companheirismo e a troca de informações.

4- Quais as vantagens da empresa que faz isso e as desvantagens de quem não se preocupa com os talentos?
Sem dúvida alguma, a melhor forma de manter as estrelas da sua equipe é conhecê-las melhor do que elas mesmas. Uma avaliação de perfil pode ajudar a definir as principais habilidades e competências para que você desenvolva o seu profissional e o mantenha engajado na busca de resultados. E a partir disso você terá um milhão de vantagens. As pessoas devem ver o negócio da empresa como se fosse delas próprias. Precisam vestir não a camisa, mas o uniforme da empresa e assim, se comprometem com os resultados. Quem não se preocupa com a retenção de talentos sumirá do mercado em poucos anos, é uma clara desvantagem, não é mesmo?

5- Por que muitas empresas não se preocupam em reter talentos? Acreditam que há mão-de-obra sobrando? Mas pessoal qualificado é tão facilmente encontrado?
As empresas que fazem isso não entendem que perde-se muito mais tempo e dinheiro demitindo e contratando do que desenvolvendo pessoas na organização. Muitas empresas temem também, desenvolver pessoas e perdê-las para a concorrência, você tem que se preocupar em ser melhor que seu concorrente e assim não vai perder ninguém para ele, ao contrário, vai atrair para você. O trabalho é uma atividade social. E as pessoas estão valorizando cada vez mais o ambiente, a equipe, as oportunidades de crescimento e as perspectivas de futuro. Existem diversas formas de motivar e estimular os colaboradores, como bons salários e benefîcios variados, mas se não houver um clima favorável e um foco individualizado nas necessidades de cada um, não há o que possa manter as pessoas felizes e motivadas!

6- Outros comentários?
Portanto, aqui está a boa notícia tanto para profissionais talentosos, quanto para as organizações com a necessidade contínua de reter talentos: a combinação satisfatória entre candidato e função, para ambas as partes, é aquela em que indivíduos fazem o que são mais aptos para fazer, em que há reconhecimento para as contribuições feitas e onde existe um investimento e esforço adequado para selecionar, contratar e reter talentos na sua organização. O senso comum prega que podemos substituir as pessoas, mas a prática nos alerta que, se houver escolha, é sempre recomendável ter o melhor ao nosso lado.

Ana Artigas
Coach e Consultora Empresarial

Telefone: +55 (41) 3343.2819
Email: [email protected]